Junta Nacional de Saúde regista diminuição de pacientes para o exterior do país

(RNA)
(RNA)
(RNA)

A Junta Nacional de Saúde registou entre os anos 2012 e 2013, uma redução de 50% do número de evacuações de pacientes para o exterior do país, para tratamento médico.

Apesar desta redução, as doenças crónicas não degenerativas, não transmissíveis, assim com as do tipo degenerativas, são as que neste momento constituem motivo de junta médica para o exterior do país.

A informação foi avançada pelo director da Junta Nacional da Saúde, Augusto Lourenço, que eliminou da lista de casos para evacuações, doentes com hidrocefalia, problemas cardiotorácicos, surdez e insuficiência renal.

“Tivemos a oportunidade de reduzir, quase a 100%, os casos de insuficiência renal, tanto crónica, como aguda, cujos serviços são feitos hoje na totalidade, ou quase na totalidade no nosso país. Se eu fizer um estudo comparativo, entre o primeiro semestre de 2012 e o primeiro semestre deste ano, houve uma diminuição de aproximadamente 50%”, referiu. (rna.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA