Ler Agora:
JPMorgan com prejuízos ao pôr de lado 9 mil milhões de dólares para despesas judiciais
Artigo completo 2 minutos de leitura

JPMorgan com prejuízos ao pôr de lado 9 mil milhões de dólares para despesas judiciais

Prejuízo do banco foi causado por questões judiciais. Sem despesas legais, banco teria obtido um lucro acima do esperado.
(jornaldenegocios.pt)

(jornaldenegocios.pt)

O JPMorgan Chase registou um prejuízo no terceiro trimestre deste ano, depois de ter decidido reforças as reservas para cobrir eventuais lutas na justiça.

O prejuízo líquido do banco norte-americano foi de 400 milhões de dólares (296 milhões de euros) entre Julho e Setembro deste ano, de acordo com o comunicado de resultados do banco. No mesmo período do ano passado, o resultado líquido tinha sido positivo na ordem dos 5,7 mil milhões de dólares.

A justificação para o valor do terceiro trimestre deste ano justifica-se por despesas com questões legais de 9,2 mil milhões de dólares (6,8 mil milhões de euros). “Nós estamos continuamente a avaliar as nossas reservas legais, mas neste ambiente altamente imprevisível, com uma escalada de multas e de intimações vindas de organismos públicos, pensamos que é mais prudente fortalecê-las”, explica o presidente do banco, Jamie Dimon.

O JPMorgan esteve envolvido na polémica perda causada pela “baleia de Londres”, por não ter instituído mecanismos de controlo que impedissem as “apostas” de elevado valor por parte de um único operador.

Sem estas despesas judiciais e o reforço das reservas, o banco norte-americano, o maior do país por activos, teria registado um lucro de 5,8 mil milhões de dólares, o equivalente a 1,42 dólares por acção. Este valor fica acima dos 1,20 dólares e 1,30 dólares esperados pelos analistas compilados pela Reuters e pela Bloomberg, respectivamente. (jornaldenegocios.pt)

Por Diogo Cavaleiro

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »