Jornadas científicas do IMEL recomendam análise dos projectos dos alunos

Instituto Médio de Economia do Lubango (Foto: D.R.)
 Instituto Médio de Economia do Lubango (Foto: D.R.)
Instituto Médio de Economia do Lubango – IMEL (Foto: D.R.)

Lubango – Os participantes às segundas jornadas técnico-científicas e pedagógicas do Instituto Médio de Economia do Lubango (IMEL) recomendaram sábado, nesta cidade, a necessidade da criação de um gabinete para a recepção e análise de projectos propostos pelos alunos.

Numa mensagem lida no encerramento do referido certame, decorrido sob o lema “Ensinar e aprender as competências é investir para o desenvolvimento do país”, os participantes defenderam igualmente a necessidade da criação de uma feira para a exposição de projectos dos alunos, bem como a inclusão da cadeira de empreendedorismo no curriculum do IMEL.

Reiteraram a possibilidade do IMEL passar a realizar actividades do género e com o mesmo espírito de cientificidade, harmonia, tolerância e respeito pela diferença, por forma a melhorar-se cada vez mais o ensino e aprendizagem, incluindo a boa interacção entre o professor e o  aluno.

De uma forma geral, consideraram bastante satisfatória a realização do evento, que contou a participação de professores de diversas instituições do ensino médio e alunos do IMEL.

Durante quatro dias, os participantes abordaram temas relacionados com o projecto da reforma tributária em Angola, como motivar as gerações actuais para o alcance dos seus objectivos, redistribuição dos rendimentos como condição para o alcance do bem-estar em Angola, gestão e prática de uma língua estrangeira, a passagem do ensino médio técnico-profissional para o ensino superior, produção, distribuição e consumo de produtos agrícolas, entre outros. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA