ONU: Guterres «pede» maior apoio a países que recebem refugiados da Síria

António Guterres (Foto: UN/J. Ferré)
António Guterres (Foto: UN/J. Ferré)
António Guterres (Foto: UN/J. Ferré)

Defende que «a crise síria não é mais uma crise humanitária» e cria «um impacto na economia e sociedades» dos países vizinhos

O alto comissário das Nações Unidas para os Refugiados, o português António Guterres, apelou hoje para um maior apoio da comunidade internacional aos países que recebem refugiados do conflito na Síria.

«Todas as agências internacionais, quer humanitárias quer de desenvolvimento, devem combinar a assistência humanitária com apoio direto aos países hospedeiros», declarou António Guterres em Genebra, no encerramento de uma reunião do comité executivo do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).

Para António Guterres, «a crise síria não é mais uma crise humanitária», a movimentação de refugiados sírios para os países vizinhos cria «um impacto na economia e sociedades que pode gerar uma ameaça para a estabilidade regional e a paz no mundo». (tvi24.iol.pt)

DEIXE UMA RESPOSTA