Grécia: Autoridades pedem ajuda para identificar menina

(Fotografia © REUTERS/Polícia grega)
(Fotografia © REUTERS/Polícia grega)
(Fotografia © REUTERS/Polícia grega)

As autoridades gregas pediram ajuda à Interpol para identificar uma menina de quatro anos que foi encontrada num acampamento de ciganos, com um casal e outras 13 crianças. Terá sido raptada à nascença.

A criança, chamada de Maria, foi encontrada na quarta-feira perto de Farsala, no centro da Grécia. Sem qualquer relato do desaparecimento de uma criança daquela idade e com aquelas características no país, as autoridades decidiram lançar um apelo internacional.

Os testes de ADN que foram feitos ao homem, de 40 anos, e à mulher, de 39, com quem a menina foi encontrada demonstraram que este não podiam ser os pais dela. Nenhum dos dois apresentou a mesma versão para explicar que a menina loira estivesse aos seus cuidados.

A polícia concluiu que Maria terá sido raptada aos pais em 2009. Concluiu também que o mesmo deve ter acontecido a pelo menos 10 das outras 13 crianças que estavam com o casal. Não está também afastada a hipótese de a criança ter sido abandonada pela mãe biológica.

Maria foi colocada à guarda de uma instituição, enquanto o casal foi detido.

Os McCann, pais de Maddie, raptada em 2007 na Praia da Luz, Algarve, já reagiram a esta notícia. Um porta-voz de Gerry e Kate McCann disse ao jornal The Mirror que este caso lhes dá esperança de que Madeleine possa vir a ser encontrada com vida. (dn.pt)

DEIXE UMA RESPOSTA