Governante destaca patriotismo demonstrado na Feira dos Municípios e Cidades de Angola

Bornito de Sousa - ministro da Administração do Território (ANGOP)
Bornito de Sousa - ministro da Administração do Território (ANGOP)
Bornito de Sousa – ministro da Administração do Território (ANGOP)

O sentimento de unidade nacional e “patriotismo local” evidenciado pelos expositores na Feira dos Municípios e Cidades de Angola (Fmca/2013), aberta quinta-feira, em Luanda, foi realçado na noite de sábado pelo ministro da Administração do Território, Bornito de Sousa.

Discursando na gala de premiação dos melhores expositores, o governante regozijou-se com a disputa havida entre os 161 municípios, cidades de Angola e as empresas presentes no certame, através dos produtos, serviços e aspectos sócio-culturais apresentados aos visitantes.

Segundo Bornito de Sousa, a luta pela unidade nacional e contra o tribalismo que os angolanos levam a cabo desde a independência nacional, alcançada em 1975, foi evidenciada com o “patriotismo local” demonstrado pelos participantes de todos os quadrantes de Angola.

Desta forma, sublinhou, que a palavra de monta do evento, pronunciada pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, num dos seus discursos, segundo a qual “A vida faz-se nos municípios”, foi concretizada com a realização da primeira edição da Fmca2013.

Esta edição inaugural da “Fmca”, que doravante será organizada bienalmente, está a realizar-se em simultânea com a 2ª edição da Bolsa Internacional de Turismo de Angola “Okavango2013”, que decorre sob o lema “Comunicar para potenciar”.

A exposição é de tal dimensão que fez deslocar à capital do país as mais altas estruturas de várias cidades e municípios do país e algumas empresas de Portugal, África do Sul e de São Tome e Príncipe.

Nesta amostra, os visitantes podem conhecer os produtos característicos do campo cultivados em todas as regiões do país e materiais dos serviços sanitários, construção civil, educação, artesanato, entre outros.

O certame, que encerra hoje, está a ser complementado com o Fórum Nacional dos Municípios e Cidades de Angola, mediante a abordagem de temas relativos à governação ao nível local. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA