Cunene: Governador quer escola para formação em hotelaria e turismo

António Didalelwa, Governador do Cunene (Foto: Rosário)
António Didalelwa, Governador do Cunene (Foto: Rosário)
António Didalelwa, Governador do Cunene (Foto: Rosário)

Ondjiva – A necessidade da criação de uma escola para formação em hotelaria e turismo, na província do Cunene, com vista a melhorar a qualidade do serviço do sector, foi solicitada hoje (sexta-feira), em Ondjiva, pelo governador local, António Didalelwa.

Em declaração hoje à Angop, a propósito do 5º Conselho Consultivo Alargado do Ministério da Hotelaria e Turismo (Minhotur), que decorre desde quinta-feira na cidade de Ondjiva, o governante disse que com a realização deste magno evento é oportuno manifestar a necessidade da construção de uma escola de hotelaria e turismo, realidade que já é notória em outras províncias do País.

O Cunene dispõe de condições em zonas com potencial turístico que podem atrair turistas nacionais e estrageiros, frisou.

António Didalelwa disse que tem acompanhado com muita atenção os passos do sector na criação de condições para o desenvolvimento do turismo no país e a província do Cunene não deve estar alheia a esta dinâmica empreendida pelo ministério de Hotelaria e Turismo.

Com termo marcado para hoje, o 5º Conselho Consultivo Alargado do Ministério da Hotelaria e Turismo conta com a participação de quadros do ministério de tutela, directores provinciais, técnicos e operadores do sector. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA