EUA: “Consolidar o crescimento” é a prioridade de Yellen, nova presidente do FED

(Foto: Euronews)
(Foto: Euronews)
(Foto: Euronews)

“Consolidar o crescimento” será a prioridade daquela que está prestes a tornar-se numa das mulheres mais influentes do planeta. Barack Obama nomeou Janet Yellen para dirigir a Reserva Federal. Será a primeira mulher a assumir o cargo nos 100 anos de história do banco central dos Estados Unidos.

Num discurso ao lado do presidente, na Casa Branca, a até agora vice-presidente da FED reconheceu que “os últimos 6 anos foram tumultuosos para a economia e para muitos americanos” e que agora todos estão de acordo sobre a necessidade “de fazer mais para consolidar o crescimento, particularmente para os mais atingidos pela grande recessão”.

Na cerimónia, Obama elogiou o trabalho de Ben Bernanke à frente da Reserva Federal e pediu ao Senado para confirmar rapidamente a nomeação, dada a situação que o país atravessa.

Segundo um analista, Yellen será questionada pelos republicanos no Senado pela sua “tolerância em relação à inflação, porque há a ideia que ela é, de certa forma, mole em relação à inflação, o que é uma ideia errada”. Stephen Oliner está confiante que Yellen irá responder a todas as questões de forma “satisfatória”.

Yellen necessitará de seis republicanos e de todos os democratas no Senado para garantir os 60 votos necessários para confirmar a nomeação.

Os meios financeiros receberam bem a notícia da nomeação da economista de 67 anos: o dólar valorizou e o Dow Jones encerrou em terreno positivo. (pt.euronews.com)

DEIXE UMA RESPOSTA