Escola de Formação de Professores lança anualmente no mercado mais de 300 professores

Professor durante uma aula (Foto: ANGOP)
Professor durante uma aula (Foto: ANGOP)
Professor durante uma aula (Foto: ANGOP)

A Escola de Formação de Professores Garcia Neto coloca no mercado, anualmente, 300 a 400 professores para o primeiro ciclo, segundo revelou nesta quinta-feira, em Luanda, o director da instituição, Álvaro Admiro.

Em declarações à Angop, o responsável explicou que infelizmente muitos são empregues em outras áreas, tendo em conta que o Ministério da Educação (MED) ainda não absorve todos.

Segundo Álvaro Admiro, a formação da instituição é sólida e tem recebido retorno positivo e uma boa apreciação das escolas em que são encaminhados os formandos.

Questionado sobre a reforma educativa, Álvaro Admiro disse que representa adaptação do sistema a realidade do país.

“A reforma trouxe as instituições novas metodologias de ensino, como a avaliação contínua e algumas novas disciplinas, o que propiciou um avanço sobre a qualidade”, referiu.

A Escola de Formação de Professores “Garcia Neto” é vocacionada a formação de professores para o I ciclo (7ª, 8ª e 9ª classe).

Com 15 salas, três laboratórios, um cyber e 90 professores, lecciona 6 especialidades, designadamente Matemática, Física, Bioquímica, Português, Francês e Inglês. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA