Enfermeiros iniciam hoje greve de cinco dias

(Foto: TSF)
(Foto: TSF)
(Foto: TSF)

Os enfermeiros vão estar em greve no período da manhã, a partir de hoje, para contestar as medidas do Governo para o setor, discutir o processo negocial e delinear novas estratégias de luta.

Guadalupe Simões,dirigente do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), explicou à TSF que a paralisação dura cinco dias e sempre das 08:00 às 12:00.

Esta terça-feira, a greve atinge a região de Lisboa e Vale do Tejo. Na quarta-feira será o Alentejo; quinta-feira o Algarve e Açores. Na sexta-feira, a greve chega à região Centro, para terminar na terça-feira da próxima semana na zona Norte.

Guadalupe Simões aponta que entre as motivações do enfermeiros está a «degradação brutal das condições de trabalho. Assistimos a uma diminuição do número de enfermeiros nos serviços e por turno que teríamos de recuar ao início da década de 90 para termos algo semelhante. Por outro lado, uma degradação do valor do seu trabalho em função das medidas que o Governo tem vindo a tomar e, de certa medida, teima em não querer resolver».

Para além dos períodos de greve, os enfermeiros vão fazer cerca de 53 plenários em 53 instituições. Em consequência da greve, serão prestados apenas os serviços mínimos onde forem necessários e, nos centros de saúde, podem não se realizar os cuidados de enfermagem. (tsf.pt)

DEIXE UMA RESPOSTA