Ler Agora:
Embaixador no Brasil quer reforço das relações bilaterais
Artigo completo 2 minutos de leitura

Embaixador no Brasil quer reforço das relações bilaterais

Nelson Cosme,. Embaixador de Angola no Brasil (Foto: Pedro Parente)

Nelson Cosme,. Embaixador de Angola no Brasil (Foto: Pedro Parente)

Brasília – O Embaixador de Angola no Brasil, Nelson Cosme, exortou os angolanos residentes a honrarem e dignificarem o bom nome de Angola no Brasil, quando falava no Encontro Anual com a comunidade Angolana, realizado no fim-de-semana, em Brasília.

“Esta atitude  confere-vos o papel de embaixadores do bom nome de Angola”, disse a propósito o diplomata, que exortou a comunidade a contribuir para o crescimento e o desenvolvimento das relações entre Angola e o Brasil.

Fez na ocasião uma retrospectiva da actual situação política, económica e social de Angola, cujo executivo trabalha com base no Plano Nacional de Desenvolvimento 2013/2017 que concebeu programas e projectos estruturantes prioritários nos domínios da educação, saúde, habitação, infra-estruturas, energia e transportes.

Sobre as relações com o Brasil, Nelson Cosme  revelou que os dois países trabalham actualmente num acordo de facilitação de vistos, que vai abranger a circulação de empresários, estudantes e pessoas que procuram assistência médica.

“Apliquem-se nos Estudos e no trabalho, respeitem as leis do país que vos acolhe, mostrem a riqueza cultural de Angola”, destacou ainda o embaixador de Angola no Brasil, durante o encontro anual  com a comunidade Angolana residente em Brasília e cidades vizinhas, nomeadamente Goiania  e Belo Horizonte .

O encontro Anual da Comunidade Angolana permitiu fazer o balanço da resolução das questões levantadas no encontro do ano passado, nomeadamente  sobre o tempo de validade da identidade consular, que passou de dois para três anos, a acção da embaixada para o estágio de estudantes em empresas brasileiras que operam em Angola e nas empresas angolanas presentes no Brasil, entre outros assuntos já equacionados.

Durante o encontro foram, por outro lado, colocadas novas questões como o  tempo de espera para  a obtenção do passaporte e a necessidade do apoio aos estudantes no aluguer de habitações. (portalangop.co.ao)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »