Darfur: Conselho de Segurança condena ataques à missão da ONU

Soldados da Minuad ou UNAMID (Foto: AFP)
Soldados da Minuad ou UNAMID (Foto: AFP)
Soldados da Minuad ou UNAMID (Foto: AFP)

O Conselho de Segurança das Nações Unidas condenou nesta segunda-feira os recentes ataques contra a missão conjunta ONU-União Africana em Darfur (Minuad. UNAMID em inglês), que provocaram a morte de quatro militares em três dias.

Em uma declaração unânime, os 15 integrantes do organismo “pedem ao governo sudanês que realize rapidamente uma investigação e leve à justiça os responsáveis” pelo ataque, ao tempo que “reafirmam o apoio total à Minuad e solicitam a todas as partes em Darfur cooperar plenamente com a missão”.

Três ‘capacetes azuis’ senegaleses membros da Minuad foram mortos em uma emboscada realizada no domingo por um grupo armado não identificado.

Os capacetes azuis escoltavam um comboio de água da cidade de El Geneina – onde está a sede regional da missão da ONU no oeste de Darfur – quando foram atacados.

A emboscada ocorreu na mesma estrada onde uma patrulha da Minuad foi atacada há um ano, e dois dias após um observador militar da Zâmbia ser assassinado no norte de Darfur.

O ataque mais mortal contra a Minuad ocorreu no dia 13 de julho, quando oito capacetes azuis – sete da Tanzânia e um de Serra Leoa – morreram e outros 16 ficaram feridos na zona da base da missão ao norte de Nyala, uma das principais cidades da região. (swissinfo.ch/AFP)

DEIXE UMA RESPOSTA