Crédito malparado cresceu 83,5 por cento

(ABOLA)
(ABOLA)
(ABOLA)

O crédito malparado na banca angolana cresceu 83,5 por cento entre 2011 e 2012, de acordo com o estudo «Análise do Setor Bancário Angolano», da KPMG, revelado esta quarta-feira em Luanda.

O ano passado «foi marcado por um aumento significativo (do crédito malparado) de cerca de 83,5 por cento face a 2011 – ampliando assim para 6,76 por cento o peso do crédito vencido no total de crédito concedido (4,60 por cento em 2011)», indica o estudo, hoje apresentado por Vítor Ribeirinho, responsável do Departamento de Auditoria de Serviços Financeiros da KPMG.

De acordo com a análise, mais de dois terços dos ativos totais da banca angolana (78 por cento) são detidos por cinco bancos, entre um total de 19 instituições financeiras que colaboraram na preparação do documento.

O estudo aponta ainda para um possível aumento da capacidade das empresas nos próximos tempos, como consequência da «melhoria esperada» da execução orçamental nos meses que se seguem. «Eu diria que a partir de 2014 acho que pode haver alguns sinais de esperança, positivos», disse o responsável. (abola.pt)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA