Boxe: Federação Cabo-verdiana traz a selecção de Angola para a Gala Internacional em Novembro

(inforpress.publ.cv)
(inforpress.publ.cv)
(inforpress.publ.cv)

Cidade da Praia – A Federação Cabo-verdiana de Boxe realiza a 16 de Novembro uma Gala Internacional de Boxe, no Pavilhão Desportivo “Vává Duarte”, evento que traz à Cidade da Praia a selecção de Angola da modalidade.

Segundo o presidente da federação cabo-verdiana da modalidade, Flávio Furtado, as condições estão a ser criadas pela sua direcção que já tem elaborado um plano para a materialização deste projecto, inserido no seu plano do plano de actividade para a presente temporada.

A selecção cabo-verdiana vai ser orientada tecnicamente pelo professor Graciano Sena que terá a missão de trabalhar os atletas nas suas mais diversas categorias para enfrentarem a sua congénere angolana.

Pretende-se com esta iniciativa, trabalhar os pugilistas para a constituição da selecção de Cabo Verde de boxe em vista à sua participação no I Campeonato Continental Africano, que se realiza no Togo em Dezembro próximo, evento que o arquipélago pretende utilizar também como um dos canais de preparação dos seus atletas na busca de uma vaga nos Jogos Olímpicos do Rio’2016 (Brasil).

Para além da participação no “African Continental Championship” Flávio Furtado afirma que a implementação deste projecto tem ainda a finalidade de valorizar os esforços de todos os agentes e dirigentes, nomeadamente os pugilistas que, “quase sempre, fazem um grande sacrifício para praticar a modalidade”, assim como o propósito de alcançar bons resultados ao lado de grandes países.

O boxe em Cabo Verde é referenciado como a primeira modalidade desportiva praticada no território nacional a conquistar uma Medalha de Ouro na Zona II do Conselho Superior do Desporto em África.

Este feito foi protagonizado em Julho de 1985, na cidade da Praia, pelo pugilista internacional cabo-verdiano, Carlos Tavares, popularmente conhecido por Nito.

O boxe tem ainda o condão de ter sido a primeira modalidade desportiva do país a qualificar-se para os Jogos Olímpicos, feito conseguido pelo então pugilista Flávio Furtado, em 2004. (inforpress.publ.cv)

DEIXE UMA RESPOSTA