Bié: Andulo regista mais de dois mil casos de malnutrição

Criança malnutrida (Foto: ANTONY NJUGUNA/REUTERS (ARQUIVO))
Criança malnutrida (Foto: ANTONY NJUGUNA/REUTERS (ARQUIVO))
Criança malnutrida (Foto: ANTONY NJUGUNA/REUTERS (ARQUIVO))

Pelo menos dois mil e 528 novos casos de malnutrição foram diagnosticados no município do Andulo, situado a 130 quilómetros a norte do Kuito, província do Bié, durante o terceiro trimestre do ano em curso.

A cifra consta do relatório da Organização Não Governamental da República Checa “People in Need,” apresentado nesta quarta-feira às autoridades sanitárias do Andulo, no âmbito do programa de gestão comunitária de malnutrição.

De acordo com o relatório daquela organização, dos casos notificados no município do Andulo mil 728 são de malnutrição moderada e 800 casos de malnutrição severa.

O documento informa ainda que, no mesmo período, 30 doentes abandonaram o tratamento por motivo desconhecido e nove faleceram, sem no entanto revelar a quantidade de doentes recuperados.

O município do Andulo controla 24 unidades sanitárias públicas e 21 unidades privadas, num total de 44 unidades sanitárias.

O sector da saúde é assegurado por mais de dez programas, destacando-se os de imunização, nutrição, promoção da saúde, luta contra a malária e VIH-SIDA.

Contam também o programa de saúde reprodutiva, shistosomiase e oncorcercose, vigilância  epidemiológica,  luta contra a tuberculose e lepra bem como de assistência integral às doenças infantis. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA