Banco de Portugal gastou nove milhões desde o início do ano

Banco de Portugal (DR)
Banco de Portugal (DR)
Banco de Portugal (DR)

Este ano, as despesas do Banco de Portugal chegaram já aos nove milhões de euros. E o ano ainda não chegou ao fim. De acordo com o jornal i, as despesas em 2012 foram de 6,2 milhões de euros.

As despesas do Banco de Portugal em aquisição de bens e serviços já totalizaram, este ano, um valor de 8,9 milhões de euros, de acordo com o Mercado da República, citado pelo jornal i.

Apesar de o número de contratos ter diminuído (de 94 para 66), a quase três meses do final do ano, a despesa de 2013 superou já os 6,2 milhões gastos em 2012.

O jornal i revela que o contracto mais elevado teve o custo de 2,8 milhões de euros e foi realizado com a Real Casa de la Moneda, para aquisição de papel selado “necessário para o Banco de Portugal cumprir a sua quota de produção de notas da primeira série do euro”, segundo o porta-voz da instituição.

A seguir na lista encontra-se um contrato de 1,4 milhões com encargos em serviços de desenvolvimento de software, seguido pelos custos de combustível.

O grupo Novabase é o principal cliente do banco, com sete contractos assinados no valor global de 1,7 milhões de euros.

O montante anual de despesas de 2013 coloca o Banco de Portugal no top dos dez organismos públicos com mais gastos assumidos em duas semanas consecutivas. (noticiasaominuto.com)

DEIXE UMA RESPOSTA