Após naufrágio com 12 mortos, prefeito decreta luto oficial em Macapá

De acordo com a Capitania dos Portos do Amapá, o barco afundou por volta das 11h, quando retornava à cidade de Santana, a cerca de 20 quilômetros (km) de Macapá (Foto: D.R.)
De acordo com a Capitania dos Portos do Amapá, o barco afundou por volta das 11h, quando retornava à cidade de Santana, a cerca de 20 quilômetros (km) de Macapá (Foto: D.R.)
De acordo com a Capitania dos Portos do Amapá, o barco afundou por volta das 11h, quando retornava à cidade de Santana, a cerca de 20 quilômetros (km) de Macapá (Foto: D.R.)

O prefeito de Macapá, Clécio Luís, decretou neste sábado luto oficial no município em decorrência do naufrágio do barco Reis I, que deixou ao menos 12 mortos durante o Círio Fluvial de Nossa Senhora de Nazaré, próximo à praia da Fazendinha. Segundo a Coordenadoria de Comunicação Social da Prefeitura, o número de dias do luto oficial ainda não foi definido.

“Neste momento de profunda tristeza para o povo amapaense, que chora pelas vidas perdidas no naufrágio ocorrido nesta manhã deste sábado, externamos nosso sentimento de lamento”, afirmou o prefeito em nota oficial. “Neste dia, que deveria ficar marcado por alegria e fé, nossa cidade ficou cheia de angústia. Somente Deus tem condições de levar o consolo e o conforto espiritual que desejamos a todos os familiares e amigos das vítimas”, completou.

Por fim, a prefeitura garante que colocou “toda estrutura do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e da Secretaria de Saúde do município à disposição para auxiliar no atendimento às vítimas e no apoio aos familiares”. “Com imenso pesar, continuaremos prestando todo o apoio necessário. Macapá está de luto”, lamentou o prefeito. (noticias.terra.com.br)

DEIXE UMA RESPOSTA