Ler Agora:
Angola detém oportunidade única de crescimento sustentável
Artigo completo 2 minutos de leitura

Angola detém oportunidade única de crescimento sustentável

José Filomeno dos Santos (Foto: D.R.)

José Filomeno dos Santos (Foto: D.R.)

Angola detém hoje uma oportunidade única de crescimento sustentável, que será defendido com investimentos crescentes na eficiência de gestão, na oferta de bens e serviços a preços competitivos, na integração dos segmentos mais vulneráveis da população na economia formal.

A afirmação é do Presidente do Conselho da Administração do Fundo Soberano de Angola (FSDEA), José Filomeno dos Santos, quando recebia nesta terça-feira em audiência a Princesa Astrid da Bélgica, que se fez acompanhar de empresários ligados a vários sectores da vida económica daquele país europeu.

José Filomeno dos Santos aproveitou a visita da delegação belga para abordar as oportunidades de cooperação e apresentar a sua política de investimento e regulamentos de gestão ratificados recentemente pelo Executivo.

De acordo com o Presidente do conselho da Administração do Fundo Soberano de Angola, a política de investimento do FSDEA seguirá três critérios fundamentais, preservação do capital, maximização dos retornos a longo prazo e desenvolvimento infra-estrutural.

“Inicialmente até 50 porcento da dotação do Fundo será investido em rendimentos fixos e instrumentos da caixa emitidos, instituições supranacionais, grandes empresas com grau de investimento ou instituições financeiras dos mercados mais desenvolvidos”, esclareceu o presidente.

De acordo com o gestor, a outra parte da dotação será alocada a investimentos alternativos, incluindo as commodities, sector agrícola, mineração, infra-estrutura, logística, entre outras.

Disse que a médio prazo, serão exploradas oportunidades nos BRICS, em títulos de participação societária, assim como em companhias cotadas nos mercados do G7.

O Fundo Soberano de Angola (FSDEA) é um Fundo autónomo pertencente integralmente ao Estado da República de Angola.

O Fundo, criado de acordo com padrões de governança internacional, diversificará gradualmente a sua carteira de investimentos em vários sectores e classes de activos, em conformidade com a sua política de investimento e directrizes prudenciais.

Ao centrar-se em investimentos que geram retornos a longo prazo, financeira e socialmente, o Fundo desempenhará um papel importante na promoção do desenvolvimento social e económico do País, gerando reservas e capital para os cidadãos nacionais. (portalangop.co.ao)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »