Amado sobre Angola: “O medo é inimigo do investimento”

Nuno Amado (Foto: TVI)
Nuno Amado (Foto: TVI)
Nuno Amado (Foto: TVI)

O presidente Executivo do BCP criticou hoje as fugas de informação da Procuradoria-Geral da República.

Nuno Amado não tem dúvidas que o “impasse” nas relações entre Portugal e Angola pode “ter efeitos negativos nas relações de investimento entre os dois países”. “O medo e sempre inimigo do investimento”, afirmou durante a conferência organizada pelo Económico e a Antena 1.

O presidente Executivo do BCP aproveitou a ocasião para enviar um recado para a Procuradoria-Geral da República portuguesa. Nuno Amado disse compreender que os jornalistas tentam ter acesso a informação não pública, mas “a solução da outra parte é não dar as informações que não são públicas”.

O banqueiro acrescentou que o BCP “está muito confortável” com o facto de a Sonangol ser um dos accionistas do banco. E acrescentou que se “fala demasiado da relação com Angola”, não deixando de confessar que espera “que esta situação se estabilize, num nível bastante melhor que o actual”. (economico.pt)

Por Maria Ana Barroso

DEIXE UMA RESPOSTA