Alemanha: Registado maior ingresso de estrangeiros em 20 anos

(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)

BERLIM, 22 Out – O número de estrangeiros morando na Alemanha subiu 4,1 por cento no ano passado, o maior aumento desde 1993, impulsionado por um fluxo de cidadãos de Polónia e Hungria, membros da União Europeia, revelaram dados oficiais nesta terça-feira.

A imigração líquida para o país que possui a maior economia da Europa, junto com o número de nascimentos maior do que de mortes no ano passado, contribuiu para o aumento no número de estrangeiros, de acordo com os dados.

Os números também mostram que a quantidade de turcos vivendo na Alemanha caiu 2 por cento no ano passado. Ainda assim, os turcos continuam sendo o maior grupo estrangeiro no país — cerca de três vezes mais que italianos e poloneses.

Muitos turcos deixaram de ser considerados estrangeiros porque conseguiram obter a cidadania alemã, mas outros decidiram voltar para casa, segundo o levantamento.

Por outro lado, cidadãos de ex-países comunistas como Polónia, Hungria, Romónia e Bulgária estão indo cada vez mais para a Alemanha. O número de polacos cresceu 13,6 por cento no ano passado.

Outro aumento importante aconteceu por parte de países atingidos pela crise do euro. O número de gregos vivendo na Alemanha subiu 5,1 por cento, e o de espanhóis aumentou 9,7 por cento. (swissinfo.ch/Reuters)

DEIXE UMA RESPOSTA