Publicado em: Seg, Mai 27th, 2013

“Mulher ainda está na periferia da tomada de decisão”, constata a Presidente da LIMA

(Foto: Unita)

(Foto: Unita)

Numa nota de imprensa enviada à redacção do Portal de Angola, cujo conteúdo passamos a transcrever, a organização feminina da UNITA fala do papel da mulher na sociedade angolana, no âmbito dos objectivos do milénio.

Com o objectivo de proporcionar o intercâmbio entre os membros da LIMA das Províncias do Namibe, do Cunene e da Huíla, a organização feminina da UNITA promoveu o acampamento da Huila, depois de ter realizado encontros do género em Benguela, Bengo e Kwanza Sul.

“Este encontro propiciará uma troca de experiências que vai capacitar a nossa organização na prossecução do cumprimento dos grandes objectivos do nosso Glorioso Partido”, disse a Presidente Miraldina Jamba quando discursava na sessão de abertura do referido acampamento.
O evento decorre sob o lema: Mulheres unidas para os desafios do Milénio.

A LIMA, segundo a sua Presidente, subscreve os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio.

Na ocasião, a também deputada à Assembleia Nacional, recordou que foi em Setembro de 2000 que os Chefes de Estado e de Governo reunidos a nível de cimeira aprovaram a Declaração do Milénio e destacou a secção III desse documento que foca o tema “Desenvolvimento e Erradicação da Pobreza”.

Miraldina Jamba enumerou um a um os objectivos de desenvolvimento do Milénio:

1- Reduzir a pobreza extrema e a fome
2- Alcançar o ensino Primário Universal
3- Promover a promover a igualdade de género e o empoderamento das mulheres
4- Reduzir a mortalidade Infantil
5- Melhorar a saúde Materna
6- Combater o VIH/SIDA a malária e outras doenças
7- Garantir a sustentabilidade ambiental
8- Criar uma parceria mundial para o desenvolvimento.

De acordo com a dirigente da LIMA, o contributo da mulher no desenvolvimento exige empoderamento.

“As mulheres devem ter poder em todos os níveis para melhor contribuírem para a sociedade sob o ponto de vista económico, político e social”, defendeu, acrescentando que “em Angola não obstante alguns passos dados no sentido da promoção da mulher, constatamos que ela ainda está na periferia da tomada de decisão”.

Miraldina Jamba avançou que as mulheres estão envolvidas em grande escalas no sector informal da economia, no comércio transfronteiriço, a cuidar do lar como donas de casa.

Embora reconheça os esforços envidados por Angola, com a colocação de mulheres em postos de governação, nos órgãos do Estado, no Parlamento e nas direcções de empresas, Miraldina Jamba entende não basta as mulheres estarem no poder é preciso que tenham poder.

A parlamentar defendeu políticas mais ousadas de desenvolvimento do país, para as mulheres possam singrar também nas áreas como da indústria petrolífera, recursos minerais, finanças, transporte, negócios estrangeiros entre outros.

“É preciso que as mulheres no governo possam ocupar posições em áreas não tradicionalmente ocupadas por mulheres. O empoderamento da mulher não deve ser pela sua boa aparência física mais sim pelo contributo que ela pode dar no País”, defendeu.

Para Miraldina Olga Jamba afirmou ainda que promoção da mulher passa por ter cesso à educação, à formação, ao emprego que lhe permita ter o suficiente para o sustento da família e estar presente nos lugares de tomada de decisão.

Mais adiante a dirigente máxima das mulheres da UNITA apontou as dificuldades por que passam as mulheres, na luta pela sobrevivência da família, tendo enaltecido o papel da mulher zungueira, que percorrem as ruas da cidade vendendo de tudo um pouco, e nem sempre é compreendida pelos fiscais que se apropriam das sua mercadorias e ainda são violentadas, chegando algumas a perder a vida.

“Por isso mulheres Angolanas estejamos unidas pois só o projecto de sociedade da UNITA nos garante mais Justiça Social”, concluiu.

Fonte: Unita

Deixe um comentário

XHTML: Pode usar estas tags de html: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

mirc indir mirc yukle - escort - mirc indir - sohbet -
Crónicas


Arquivo

Julho 2014
S T Q Q S S D
« Jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Portal de Angola - Todos os direitos Reservados

“Mulher ainda está na periferia da tomada de decisão”, constata a Presidente da LIMA