INAPEM: Instituto transforma ideias em empresas

antónio-assis-inapem1 143x300O Instituto Nacional de Apoio às Micro Pequenas e Médias Empresas (INAPEM) lança, dia 24, durante o fórum do empreendedor, um concurso de selecção de ideias inovadoras para a constituição de empresas em qualquer sector de actividade.

O concurso é limitado a cidadãos nacionais, em forma individual ou em equipa de cinco elementos. As dez melhores ideias vão receber um prémio monetário para suportar todo o processo de constituição de empresa, além de apoio institucional para o desenvolvimento do negócio, incluindo aconselhamento para a obtenção de financiamento junto da banca comercial.

O presidente do Conselho de Administração do INAPEM, António Assis, explicou que, apesar de o concurso apurar dez elementos, os restantes também vão receber apoios da instituição sobre estruturação de ideias e desenvolvimento dos projectos.

Para concorrer, basta preencher um formulário de candidatura, que pode ser encontrado no endereço www.inapem.gov.ao ou nas instalações do INAPEM em Luanda e nas restantes províncias. Os vencedores devem ser anunciados em Maio.

Denominado “Ideia brilhante”, o concurso tem como objectivo estimular a iniciativa e criatividade empresarial dos angolanos e identificar ideias inovadoras e oportunidades de negócio para a criação de novas empresas, passíveis de serem classificadas como micro, pequenas e médias empresas.
As áreas abrangidas são a agricultura, pecuária e pesca, geologia e minas (extracção e transformação), construção civil e indústria de materiais de construção, serviços de apoio ao sector produtivo, tecnologia e telecomunicações.

O presidente do Conselho de Administração do INAPEM, António Assis, explica que as ideias apresentadas a concurso devem ser inovadoras, correspondente a um novo produto ou serviço, para satisfazer as necessidades do mercado angolano.

As empresas, associações ou qualquer outro tipo de organização de pessoas em nome colectivo já constituídas estão impedidas de participar.
A iniciativa está enquadrada no processo de revitalização do instituto, que passa agora a ter um papel central na implementação do Programa de Desenvolvimento das Micro, Pequenas e Médias Empresas, explicou António Assis.

O INAPEM vai implementar estratégias e políticas de fomento empresarial, administrar fundos e dotações orçamentais à sua disposição, promover o desenvolvimento de todos os sectores da economia angolana, orientar a cooperação internacional relacionada com o fomento empresarial e auxiliar tecnicamente o Ministério da Economia. 
O objectivo é que o INAPEM potencie as suas atribuições junto das micro, pequenas e médias empresas. (jornaldeangola.com)

 

 

 

15 COMENTÁRIOS

  1. Eu para ter acesso a estas informações tive que comprar o jornal.
    Eu também para ter acesso a esta informação,
    Tive que ouvir o noticiário e comprar o jornal.

  2. fui ao inapem não encontrei a ficha de inscrição por favor públicam ou distribuem as fichas para facilitar os jovens com ideias

  3. Tempo esta pasando e ainda nao tem acesso a ficha de inscriçao.

    Assim sendo, as ideias brilhantes estao ser eliminados pelo o processo de inscriçao.

    Pelamos as autoridades responsaveis para fiscalizar o processo.

  4. Gostaria que a selecção dos candidatos apurados fosse baseada na verdade e na transparência conciente de que muitos dos que poderão ser selcionados não terão tempo paras 30 dias em luanda,sugiria também que ouvesse suplentes…

  5. Gostaria que mim atualizassem os cursos e horários com o contacto actualizado porque já estou aligar nos números que estão na pagina dourada e ninguém responde. obrigado

  6. Boa tarde

    Gostaria de saber como funciona o ANGOLA INVESTE, perguntamos a tanta gente e ninguém sabe informar, parece que estamos a perguntar o impossível, porquê?
    Eu tenho um pequeno sonho que gostaria de o por em prática. Gostaria de abrir uma pastelaria perto de uma praia. Queria um espaço com guloseimas e que deixasse o forasteiro com vontade de voltar sempre.
    Mas não sei como fazer. Será que alguém me ajuda?
    Obrigada.
    Tina/Benguela

DEIXE UMA RESPOSTA