Supremo libera Congresso para analisar vetos sem ordem prévia

bancoimagemfotoaudiencia_ap_232054O Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou nesta quarta-feira (27) a liminar que obrigava o Congresso Nacional a analisar 3 mil vetos presidenciais em ordem cronológica. Com a decisão, o Legislativo poderá apreciar os vetos presidenciais segundo conveniência política, inclusive os relativos à nova Lei dos Royalties do Petróleo.

Os ministros analisaram apenas a liminar concedida por Luiz Fux no final do ano passado e não concluíram a discussão sobre a legalidade do acúmulo de vetos. Segundo a Constituição, os vetos presidenciais devem ser apreciados em 30 dias, sob risco de trancamento de pauta, o que nunca foi seguido. O plenário optou por manter o processo em andamento e decidir sobre essa questão mais tarde.

A maioria, obtida após o voto do ministro Gilmar Mendes, reconheceu a gravidade do descumprimento das regras da Constituição e defendeu a correção do erro no futuro. Os ministros entenderam, no entanto, que uma intervenção do Supremo causaria mal maior ao criar insegurança jurídica e atrapalhar o trabalho futuro do Legislativo. Ler mais

(ebc.com.br)

DEIXE UMA RESPOSTA