SOS Habitat protesta contra demolições no Cacuaco

1A3C28BC-D1EF-4D27-B428-2388C50B53A5_w640_r1_s_cx0_cy43_cw0A organização não governamental SOS Habitat apresentou queixa á Assembleia Nacional sobre os últimos despejos nos arredores de Luanda que deixaram milhares de pessoas ao relento.

Rafael Morais, dessa organização, Human Rights Watch, disse as ultimas demolições no Cacuaco, tinham violado “ de certa maneira os direitos das pessoas”.

“As pessoas no Cacuaco foram levadas para um lugar baldio sem nenhuma condição,” disse Morais que acrescentou que a sua organização tinha pedido uma audiência ao presidente do parlamento para discutir a questão.

As demolições no Cacuaco provocaram protestos de várias entidades entre as quais do dirigente da Open Society que no programa Angola fala Só se mostrou indignado com o que se tinha passado.

A organização de direitos humanos, Human Rights Watch emitiu também um comunicado relatando o acontecimento e um posterior incidente em que agentes da polícia actuaram para impedir uma delegação da UNITA de se avistar com os desalojados.

Rafael Morais disse que à Voz da América que as constatações da Human Rights Watch traduzem a realidade dos factos que ocorrem diariamente em Angola.

(voaportugues.com)

DEIXE UMA RESPOSTA