SONIP retoma a venda de casas na centralidade do Kilamba em Março

francisco_de_LemosO Presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Francisco de Lemos, explicou, esta Segunda-feira, 25/02/13, as razões que estiveram na base da suspensão, pela SONIP, do processo de venda de habitações no Kilamba – soube a RNA.
De acordo com Francisco de Lemos, novos métodos de atendimento serão introduzidos para corrigir e prevenir situações que ocorreram durante o processo.

“Sem dúvidas que o ajustamento ao preço das unidades habitacionais, e a introdução de diferentes regras de comercialização, criou condição para que todos os potenciais clientes, todos aqueles que necessitam de casa própria, na base do seu rendimento, na base do rendimento individual, pudessem escolher primeiro a modalidade de acesso e em segundo lugar a casa que quisessem e o resultado disso era esperar um grande afluxo de pessoas que provocou alguma turbulência, algum desequilíbrio, nesta relação entre candidaturas e atendimento. Após cerca de 15 dias úteis de trabalho, a SONIP e os seus agentes imobiliários, aconselharam que fosse preciso fazer uma paragem, primeiro para balancear os 15 dias úteis de venda, e em segundo lugar, encontrar formas para corrigir ali onde for necessário corrigir”, frisou o PCA da Sonangol.

(rna.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA