Rebelo de Sousa diz que teria falado se fosse Relvas

ng2399217No final do jantar de apresentação do candidato à presidência da Câmara Municipal de Loulé, Marcelo Rebelo de Sousa, em declarações aos jornalistas, considerou necessário não dramatizar as manifestações contra governantes e apela ao Executivo de Passos Coelho para ter “humildade” em reconhecer falhanço nas previsões do combate à dívida pública.

O professor, comentador político e antigo líder do PSD Marcelo Rebelo de Sousa diz que “já houve manifestações muito mais contundentes”, entende necessário não dramatizar as situações ocorridas com vários ministros e espera que “não ocorra uma rutura social” no país, nem a queda do Governo. E aconselha o Executivo de Pedro Passos Coelho a ter “humildade” para reconhecer que “falhou nas previsões” no combate ao défice no acordo com a ‘troika’ e por conseguinte a “alterar o rumo” da sua política para o país.
Num breve encontro com jornalistas já ao início da madrugada de hoje no Pavilhão Desportivo Municipal, em Loulé, após o jantar de apresentação do candidato do PSD à presidência da câmara, Hélder Martins, Marcelo Rebelo de Sousa começou por tentar, acima de tudo, desdramatizar as sucessivas manifestações populares com a canção ‘Grândola Vila Morena’ contra ministros em locais públicos, que têm agitado o país. Ler mais

(dn.pt)

DEIXE UMA RESPOSTA