Passos. “Estamos na direcção certa”

3174319O primeiro-ministro disse hoje continuar a acreditar que Portugal está “na direcção certa”, apesar das previsões que apontam para o agravamento da recessão, mas diz que “não é preciso juntar mais austeridade” à necessária para controlar o défice.

“Estamos na direção correta. Não existe necessidade de alterar a trajetória”, afirmou Pedro Passos Coelho hoje em Viena, durante uma conferência de imprensa conjunta com o chanceler austríaco, Werner Faymann.

Em resposta a questões da imprensa sobre a revisão das previsões da Comissão Europeia (que agora prevê uma contração de 1,9% da economia portuguesa este ano; a previsão inicial era 1%), Passos Coelho reconheceu que “com uma contração maior da procura externa, será muito difícil atingir os objetivos do défice nominal”.

“O ministro das Finanças [Vítor Gaspar], ainda esta semana no Parlamento, expressou a sua opinião de que essa correção poderia ser até cerca de [um ponto percentual] no que diz respeito ao PIB, o que hoje é confirmado pela Comissão Europeia”, continuou Passos Coelho. Ler mais

(ionline.pt)

DEIXE UMA RESPOSTA