Oposição diz que eleições vão agravar divisões no país

ng2399227Vários dirigentes da oposição egípcia asseguraram na sexta-feira que a marcação das eleições legislativas vai aumentar a divisão no país, onde nesse dia se registaram mais protestos contra o Presidente Mohamed Morsi.

Depois de a Presidência egípcia ter anunciado na quinta-feira que as eleições vão começar em 27 de abril, desenvolvendo-se em quatro fases durante dois meses, o porta-voz da Frente de Salvação Nacional (FSN), Ahmed Salah, disse à Efe que esta decisão é “incorreta e unilateral”.
Na sua opinião, “a convocação de eleições aprofundará ainda mais a divisão do país”, contrapondo que “deveriam ter sido realizadas com todas as forças políticas para determinar uma data adequada”.
A FSN, que agrupa a maior parte da oposição não-islamita, está a efetuar consultas entre os seus membros e deve realizar em breve uma reunião para anunciar uma posição definitiva sobre as eleições, admitindo-se que as possa boicotar. Ler mais

(dn.pt)

DEIXE UMA RESPOSTA