Girabola2013 inicia esta terça-feira com mesmos candidatos e um “caloiro”

0,a4d21f0a-8d43-4b75-8ced-c34a39af5923Com um “caloiro”, Porcelana do Kwanza Norte, e os mesmos candidatos ao título, a 35ª edição do Campeonato Nacional de Futebol da 1ª Divisão (Girabola2013) inicia esta terça-feira, com o jogo 1º de Agosto-Recreativo da Caála do Huambo, no estádio 11 de Novembro em Luanda.

Trata-se do regresso de uma província ao principal campeonato de futebol ausente desde 1992, quando, ao mesmo tempo que Cabinda e Zaire ficaram de fora.

Disputarão o Girabola2013, pela província de Luanda, Petro Atlético, 1º de Agosto, Interclube, Kabuscorp, ASA, Benfica, Santos FC e Progresso, bem como FC Bravos do Maquis do Moxico, Sagrada Esperança da Lunda Norte, Recreativo do Libolo do Kwanza Sul, Recreativo da Caála do Huambo, Atlético do Namibe, Desportivo da Huíla, 1º de Maio de Benguela e Porcelana FC do Kwanza Norte. As últimas três são recém-promovidas.

Depois um defeso de quatro meses em virtude da presença da selecção nacional no CAN2013 disputado na África do Sul, as 16 equipas procurarão a melhor classificação, umas em busca do título e outras para evitar os três últimos lugares da tabela (despromoção).

O bi-campeão Recreativo do Libolo, 1º de Agosto, Petro de Luanda e Interclube apresentam-se como principais candidatos ao primeiro lugar, enquanto as demais podem fazer uma surpresa ou procurar acomodar-se em posições intermédias ou para a manutenção.

A equipa da vila de Calulo, que trocou o angolano Zeca Amaral pelo português Henrique Calisto, cumpriu um estágio em Portugal e o triunfo sobre o Simba da Tanzânia, em Dar-es-Salaam, na primeira “mão” das preliminares de acesso à liga de clubes campeões de África, mas perdeu domingo a supertaça.

O avançado João Tomás (ex-Rio Ave), 37 anos, é um dos principais destaques do plantel, ao lado do médio argentino Andres Madrid, 31 anos.

O vice-campeão 1º de Agosto (9 troféus na prova), na segunda época sob comando de Romeu Filemon e que não vence o Girabola desde 2006, efectuou um estágio de três semanas na África do Sul.

Reforçou o plantel sendo o destaque para o avançado Zola Matumona (RDC). Outras aquisições são Alfred Ngongang (Vita Club) e Kabamba (AC Paulino da RDC), David (ASA).

A formação do “Rio Seco” no passado dia 17 derrotou, em Luanda, o Adema do Madagascar, por 4-2, na primeira “mão” das preliminares de acesso à liga dos clubes campeões.

O Petro de Luanda (14 vezes vencedor do Girabola), que também persegue o ceptro perdido em 2010 para o Interclube, efectuou a sua preparação em Portugal. Sob orientação do angolano Miller Gomes, que assumiu a meio da época passada, começou a época com a conquista da Supertaça de Angola.

Os “tricolores” foram terceiros lugares com 54 pontos, menos 13 do campeão nacional, e entre as novidades está o regresso do avançado Flávio Amado, 13 anos depois.

O Kabuscorp do Palanca, que substituiu o ucraniano Viktor Bondarenko pelo búlgaro Edu Antranik, vai tentar chegar este ano, pela primeira vez, ao título.

Conta para este objectivo com o concurso do avançado e ex-goleador do Girabola Love Kabungula, ido do Petro de Luanda, além dos influentes médios Daniel Mplepele, Doutor Lami.

O Interclube, quinto colocado no ano passado, com o português Bernardino Pedroto no comando, vai procurar recuperar o título perdido em 2011 para o Libolo. Os “polícias”, que este ano estará apenas engajada nas competições internas, efectuou preparação em Joanesburgo, África do Sul.

(portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA