Cooperativa agrícola de Calueque quer aumentar a produção de bens

2013022210363939_-_aa_jornal_de_angolaA cooperativa Simione Mucudi, instalada na cintura verde de Calueque, no município de Ombadja, recebeu sementes agrícolas e fertilizantes para aumentar a produção esta campanha.
O presidente da União dos Camponeses e Cooperativas Agro-pecuárias do Calueque, David Kassanga, disse que o Governo tem apoiado os produtores com fertilizantes, sementes e instrumentos de trabalho.
O Calueque tornou-se, nos últimos tempos, um verdadeiro pólo de progresso, no quadro do cumprimento do Programa de Extensão e Desenvolvimento Rural.
Para a presente campanha, foram distribuídas sementes de milho, feijão, batata-doce, batata rena, entre outros, que vão ser cultivados num espaço de quase 600 hectares de terra.
David Kassanga garantiu que, desde o início das chuvas, os camponeses têm estado empenhados na produção agrícola, para o combate à pobreza e melhorar a dieta alimentar das famílias.
No ano passado, os camponeses da cooperativa Simione Mucudi produziram 12 mil toneladas de produtos agrícolas, com destaque para o tomate, cebola, feijão, couves, banana, cana-de-açúcar, repolho, batatas doce e rena e cenoura. No mesmo período, as autoridades provinciais apoiaram as cooperativas agrícolas e pesqueiras com meios de transportes. Entre os bens, constam dois tractores e três carrinhas para o escoamento de produtos, o que tem sido feito para os mercados de Xangongo, Ondjiva, Lubango e Namíbia. Na vertente pesqueira, a cooperativa tem enfrentado grandes problemas, principalmente relacionados com a falta de material de pesca (barcos e redes). Neste momento, contam apenas com três embarcações a motor e algumas canoas bastante antigas. No entanto, a venda dos produtos tem sido rentável, tanto em termos de produtos do campo, como de pescado, principalmente no mercado namibiano.
A cooperativa pesqueira já recebeu crédito financeiro, uma viatura e arcas para a conservação do peixe.

(jornaldeangola.com)

DEIXE UMA RESPOSTA