Brasil aumenta capacidade de geração de energia em 6.800 megawatts

fioseletricos_120924_abrO parque gerador de energia elétrica do país aumentou sua capacidade em 6.802 megawatts (MW), durante a segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). O aumento se deve à entrada em operação das usinas hidrelétricas de Estreito (1.087 MW), no Maranhão; Mauá (361 MW), no Paraná; Dardanelos (261 MW), em Mato Grosso e Santo Antônio (que já opera com 713,5 MW), em Rondônia. Também contribuíram para esse crescimento a entrada em operação de 22 usinas eólicas, que agregaram 571 MW de capacidade instalada.

Ainda há em andamento as obras de dez hidrelétricas (que agregarão mais 18.340 MW ao sistema), 14 termelétricas (3.871 MW), 95 eólicas (2.472 MW) e seis pequenas centrais elétricas (118 MW). Com isso, a capacidade de geração do parque energético aumentará em mais 24.803 MW.

De acordo com o balanço, 21% das obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte já foram executados. A usina terá uma capacidade instalada de 11.233 MW, a um custo estimado de R$ 25,8 bilhões, até o momento.

Segundo o governo, foram concluídas 20 linhas de transmissão na segunda fase do PAC. Isso corresponde a um total de 4.570 quilômetros (km) de linhas. Ainda estão em andamento mais 27, que agregarão 10.346 km ao sistema de transmissão. De acordo com o balanço, há 26 subestações de energia sendo construídas. Ler mais

(ebc.com.br)

DEIXE UMA RESPOSTA