Aumenta capacidade de internamento

20130222100529hospitalO Hospital Municipal do Soyo, na província do Zaire, passou a dispor de 186 camas, mais 94 que anteriormente, depois das obras de ampliação, realizadas com um financiamento de mil milhões de kwanzas, da empresa Angola LNG, no quadro das suas responsabilidades sociais.
Na área adjacente ao hospital, que conta com serviços de banco de urgência, laboratório de análises, infecciologia, hemoterapia e duas estações de tratamento de água potável e residual, foi erguida uma nova maternidade, com 45 camas, mais 30 que antes.
Paralelamente à entrega do hospital, ampliado e equipado com tecnologia de ponta, a Angola LNG ofereceu uma ambulância devidamente equipada para o transporte dos doentes a partir de diferentes localidades, postos e centros de saúde. O termo de entrega do hospital foi assinado pelo director-geral da Angola LNG, Daniel Rocha, na presença do governador provincial do Zaire, Joanes André.
Segundo Daniel Rocha, o povo do Soyo tem falta de serviços condignos e a LNG vai continuar a privilegiar a parceria com o Governo Provincial para o desenvolvimento da província. “Apraz-nos concluir e fazer a entrega desta infra-estrutura ao Governo, que sabemos vai geri-la bem, pois o povo merece o nosso contributo e nós, Angola LNG, vamos continuar a apostar seriamente naquilo que é a nossa responsabilidade social”, adiantou. O governador Joanes André mostrou-se satisfeito com a qualidade dos equipamentos hospitalares. “É uma estrutura moderna, que não deve nada a outras unidades hospitalares do país e do mundo, pois possui equipamentos de última geração e vamos continuar a apoiar a formação dos técnicos que vão operá-los”, disse Joanes André.
O Hospital Municipal do Soyo funciona com 14 médicos, 100 enfermeiros e pessoal administrativo e auxiliar.

(jornaldeangola.com)

DEIXE UMA RESPOSTA