Angola e Uruguai assinam acordo de supressão de vistos

0,ee07b0cf-ad36-4c26-a600-11a75d3f302eAngola e Uruguai assinaram hoje, terça-feira, em Luanda, acordos para supressão de vistos em passaportes diplomáticos, oficial e de serviço e no domínio de artes e cultura, no final das conversações entre delegações dos dois países.

Os instrumentos jurídicos foram rubricados pelos ministros das Relações Exteriores de Angola, Georges Chikoti, e dos Negócios Estrangeiros do Uruguai, Luís Almagro Lemes, que iniciou hoje uma visita de três dias ao país.

Em declarações à imprensa, Georges Chikoti valorizou a assinatura do acordo de supressão de vistos, referindo que constitui o reflexo do nível das relações que Angola pretende estabelecer com o Uruguai, facilitando a circulação de determinadas personalidades, no sentido de contribuir para o relançamento da cooperação a nível político e socioeconómico, bem como dos laços de irmandade entre os dois povos.

Afirmou que as conversações foram igualmente dominadas pelo vontade do estabelecimento da cooperação no sector agro-pecuário, a julgar pelo potencial do Uruguai nesta área, dando a conhecer que serão reabilitados os acordos já existentes para consolidar alguns aspectos, entre eles, a produção de lacticínios em Angola.

O ministro disse acreditar na criação de “joint ventures” que vão permitir a participação de empresários dos dois países para relançar este sector importante, para que a agricultura em Angola, para além de familiar, esteja também virada para a indústria e fazer com que no meio rural sejam produzidos bens de que a economia precisa para se desenvolver.

Georges Chikoti informou que as partes analisaram também a criação em Angola da indústria ligeira e alimentar.

Por seu turno, o ministro dos Negócios Estrangeiros do Uruguai, Luis Almagro Lemes, afirmou que seu país está interessado em comprar o petróleo de Angola, dando a conhecer que estão já ser finalizados as negociações entre as petrolíferas dos dois países para que esta intenção seja concretizada.

Quanto ao domínio da agricultura, informou que já existem contactos entre os ministérios da agricultura e instituto de investigação agropecuária de ambos estados, sendo necessário dá-los conteúdo que sejam relevantes para o desenvolvimento social e produtivo de Angola e que tenha o seu retorno também para o Uruguai.

Luís Almagro revelou que o seu país está também interessado em ajudar Angola na vertente do saneamento básico, potalização de água, montagem de rede eléctricas, melhoria do funcionamento dos serviços dos correios e criação de pequenas e médias industrias.

No cumprimento da sua agenda, o visitante, que fica no país até ao dia 28, vai manter encontros com os ministros dos Petróleos, Botelho de Vasconcelos, e da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Pedro Canga, para além e participar no Fórum de Negócios Angola/Uruguai.

(portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA