Ler Agora:
Moçambique: Ministro propõe fundo privado para ajudar a combater a SIDA
Artigo completo 2 minutos de leitura

Moçambique: Ministro propõe fundo privado para ajudar a combater a SIDA

O ministro da Saúde de Moçambique, Alexandre Manguele, propôs quarta-feira a criação de um fundo do sector privado para ajudar no combate à SIDA. A proposta foi apresentada na conferência internacional sobre a SIDA a decorrer aqui em Washington.
O ministro moçambicano falava numa sessão que abordou a parceria entre o sector privado e o Fundo Global de Combate à SIDA, Malária e Tuberculose.
Nessa reunião em que participaram representantes do sector privado da África do Sul e Ruanda foi revelado que o sector privado africano tinha recentemente contribuído cinco milhões de dólares para o fundo, naquilo que foi uma iniciativa africana com o nome de “um presente de África” que poderá vir a ser replicado noutras partes do mundo.
Brian Brink, da Anglo America, e James Gatera, do Bank of Kigali, no Ruanda, disseram que o envolvimento das suas companhias na luta contra a SIDA faz sentido porque a sua experiência indica que as companhias ganham em produtividade e lealdade e poupa em custos de treino e recrutamento de novo pessoal ou de tratamento médico
O ministro Alexandre Manguele falou de propostas feitas em diversos fóruns para países introduzirem impostos em produtos como álcool, tabaco e outros para financiar o combate à SIDA, manifestando duvidas quanto ao seu possível sucesso. Esses impostos, disse, vão para o Ministério das Finanças que pode ter outras prioridades que não o seu uso para combate à SIDA. O ideal, disse, seria a criação de um fundo controlado por companhias privadas para ajudar no combate SIDA.

FONTE: Voa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »