Ler Agora:
Ameaça de saída do euro regressa à Grécia com a “troika”
Artigo completo 2 minutos de leitura

Ameaça de saída do euro regressa à Grécia com a “troika”

Sob os céus de Atenas paira de novo a ameaça de saída da Grécia da zona euro. A “troika” chega esta terça-feira, mas o governo não está a respeitar os compromissos e os credores internacionais ameaçam deixar o país entrar em bancarrota já em setembro.

Atenas ainda não sabe como poupar mais 12 mil milhões de euros nos próximos dois anos e a Comissão Europeia, através do porta-voz Antoine Colombani, avisa que o próximo desembolso não será feito antes de setembro, “a decisão só será tomada quando estiver terminada a avaliação. Nos últimos meses, houve vários atrasos na implementação do programa”.

As dúvidas sobre a capacidade da Grécia a respeitar os compromissos tem vindo a acentuar-se nos mercados e no seio do governo alemão. A imprensa alemã vai mais longe e diz que o Fundo Monetário Internacional (FMI) poderá cortar o financiamento a Atenas.

O novo governo grego tem pedido a renegociação das condições do plano de resgate. Uma hipótese rejeitada pela “troika”. O analista Fidel Helmer explica porquê: “A Grécia não respeitou todas as condições impostas pelo FMI e pela União Europeia e pede um prolongamento dos prazos, que poderá custar mais 40 a 50 mil milhões” de euros.

Bruxelas continua a defender a manutenção da Grécia na zona euro, mas o cenário do regresso do dracma deixou de ser um tabu, sobretudo, com a entrada em vigor do novo Mecanismo Europeu de Estabilidade.

Fonte: EURONEWS

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »