Publicado em: Seg, Mai 7th, 2012

Disponíveis 890 vagas para ingresso na Educação

Caxito – Oitocentos e noventa vagas estão disponíveis para o ingresso de novos funcionários públicos no sector da Educação, na província do Bengo, no âmbito do concurso público.
A informação vem expressa num despacho do governador provincial do Bengo, João Bernardo de Miranda, a que a Angop teve hoje acesso, no qual se realça que as vagas estão distribuídas para os municípios do Ambriz com 137, Bula Atumba 114, Dembos  181, Nambuangongo 256 e Pango Aluquém com 102.
As vagas estão divididas em 77 para professores primários auxiliar do 6º escalão, 137 para professores diplomados do sexto escalão, 350 para professores do ciclo secundário do 6º escalão e 127 para professores do II ciclo do ensino secundário de oitavo escalão.
Consta ainda 60 vagas para professores II ciclo do ensino secundário do sexto escalão, três de quinto escalão, duas para inspectores supervisores da 2ª classe, igual número para  inspectores técnicos da 3ª e sub-inspectores da terceira classe, 50 para auxiliares de limpeza da 2ª classe, 60 para operadores qualificados de 2ª classe, entre outras.
De acordo com o despacho, os interessados deverão apresentar as candidaturas para o sector da Educação nas administrações municipais do Ambriz, Bula Atumba, Dembos, Pango Aluquém e Nambuangongo.
A nota esclarece ainda que os candidatos deverão acompanhar no acto de inscrição de um requerimento dirigido ao governador da província do Bengo, fotocópia do bilhete de identidade, certificado de habilitações literárias, quatro fotografias, documento que atesta a situação militar regularizada para os candidatos do sexo masculino, atestado médico e registo criminal.
Para o concurso público foi criada uma comissão de júri presidida por António Elias Correia, secretário-geral do governo do Bengo.
No Bengo, o concurso público para admissões nos sectores da Educação e da Saúde foi aberto no dia 1 de Abril e termina a 15 de Maio do corrente ano.
Fonte: Angop
Displaying 1 Comments
Have Your Say
  1. Bom dia, Boa tarde, Boa noite recebam os meus comprimentos de acordo a hora do dia, a minha situação é a falta de energia no bairro do Kwango, não temos energia desde as eleições gerais de 2012. Isso é muito triste e caricato, após nós termos dado o nosso voto cortaram-nos a energia, agora o povo quer saber quando é que vamos ter energia? o administrador:( Nonóx ) vive aqui no kawango ( tem uma mulher aqui ) e não resolve nada e nem toca no assunto da energia.

Deixe um comentário

XHTML: Pode usar estas tags de html: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

mirc indir mirc yukle - escort - mirc indir - sohbet -
Crónicas


Arquivo

Abril 2014
S T Q Q S S D
« Mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
Portal de Angola - Todos os direitos Reservados

Disponíveis 890 vagas para ingresso na Educação