Publicado em: Qui, Mar 29th, 2012

Quatro novas centralidades para o litoral benguelense

O lançamento do projecto habitacional de construção de dez mil casas na província de Benguela vai originar o surgimento de quatro novas centralidades habitacionais no litoral benguelense, informou domingo, no Lobito, o vice-governador provincial, António Calengue.

De acordo com o governante, que falava na cerimónia de lançamento do projecto, as cidades de Benguela, Lobito, Catumbela e Baía Farta vão ver atenuado o problema da falta de residências.
A cidade de Benguela e do lobito vão ter três mil novas casas cada, enquanto as cidades da Baía Farta e Catumbela são contempladas com duas mil residências cada uma.

António Kalengue enalteceu o Presidente José Eduardo dos Santos, por ter direccionado o programa habitacional que vai ajudar na melhoria das condições socioeconómicas dos habitantes da província.
Dados disponíveis indicam que, numa primeira fase, o programa habitacional, a nível do litoral da província de Benguela, vai abranger mais de 60 mil cidadãos, além de infra-estruturas sociais, como escolas e centros de saúde, que vão ser erguidos, em função da nova realidade urbanística.

O programa habitacional, de acordo com o vice-governador, abrange ainda os municípios de Ganda, Cubal, Caimbambo, Chogoroi, Balombo e Bocoio, que vão contar, cada um, numa primeira fase, com 200 novas casas.
A construção dirigida, a ser feita através da distribuição de parcelas de terra aos cidadãos que desejem construir casa própria, também faz parte da política do governo para dar habitação digna aos cidadãos.

Fonte: Jornal de Angola

Deixe um comentário

XHTML: Pode usar estas tags de html: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

mirc indir mirc yukle - escort - mirc indir - sohbet -
Crónicas


Arquivo

Outubro 2014
S T Q Q S S D
« Set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
Portal de Angola - Todos os direitos Reservados

Quatro novas centralidades para o litoral benguelense