Sub-20 cuidam dos pormenores antes da viagem para Gaberone

Pupilos do seleccionador Miller Gomes estão preparados para a disputa dos lugares cimeiros na competição regional do Botswana Fotografia: M. Machangongo
Pupilos do seleccionador Miller Gomes estão preparados para a disputa dos lugares cimeiros na competição regional do Botswana Fotografia: M. Machangongo

A selecção Nacional de Futebol de Sub-20 realiza hoje às 8h00, no Estádio da Cidadela, a última sessão de treino, antes do embarque amanhã para  aÁfrica do Sul, em trânsito para o Botswana, onde vai participar na Taça COSAFA, a decorrer de 1 a 11 de Dezembro, em Gaberone.
Neste momento, a principal preocupação da equipa técnica prende-se com os passaportes de serviço da maior parte dos jogadores, porque a COSAFA notificou a Federação Angolana de Futebol (FAF), que contrariamente ao que estava previsto, a comitiva angolana faz o trajecto de Joanesburgo a Gaberone, por estrada.
O Jornal de Angola apurou, junto de uma fonte federativa, que a Escola Norberto de Castro pediu a dispensa de dois dos seus atletas que integram a Selecção Nacional, para disputarem os jogos da liguilha de acesso ao Campeonato Nacional da I Divisão, Girabola 2012.
Trata-se de do médio ofensivo, Vieira e do lateral esquerdo, Paizo. O caso está a ser resolvido internamente entre o órgão reitor e a direcção do clube de Viana. O desfecho do caso é conhecido hoje, depois da última prelecção.
Na eventualidade dos atletas não seguirem viagem para o Botswana, por precaução, Miller Gomes chamou Lima, do Interclube, e Razão, do Petro de Luanda para cobrirem as possíveis ausências dos jogadores da Escola Norberto de Castro.
José Muhondo, fisioterapeuta da selecção nacional, ao fazer o boletim clínico do grupo, revelou existirem jogadores com algumas mazelas que não constituem qualquer preocupação para o compromisso da COSAFA.
“O gurda-redes Neblu teve um trauma na tíbia társica, e foi submetido a um exame no Centro de Medicina Desportiva. Quanto a Paizo, Yano e Mateus, a situação deles é menos preocupante, e podem recuperar a qualquer momento, até porque não correm risco de falhar a viagem”, assegurou.

Com o grupo quase definido, a preparação de hoje vai incidir em alongamentos, aperfeiçoamento do passe e finalização, seguida de desentorpecimento. Tal como tem sido hábito em vésperas de viagens, Miller Gomes agendou uma prelecção oral com duração de meia hora com todos os integrantes da caravana.
A sessão de ontem ficou marcada com ensaios de pontapés de canto, combinação de livres à entrada da grande área e a marcação de grandes penalidades, antes do fim dos trabalhos de campo.

Fonte: JA

DEIXE UMA RESPOSTA