Romance sobre o Katrina recebe o National Book Award 2001 para ficção

Aqueles que são considerados os Óscares da literatura nos Estados Unidos, os National Book Awards 2001 para ficção, não-ficção, poesia e literatura infantil foram atribuídos esta madrugada numa cerimónia, em Nova Iorque, apresentada pelo pelo actor John Lithgow que há uns meses publicou as suas memórias. Todos os premiados receberam uma estátua em bronze e um cheque de dez mil dólares (cerca de sete mil e quinhentos euros).

Um romance que conta a história de uma família devastada pelo furacão Katrina, “Salvage the Bonés”, de Jesmyn Ward, recebeu o National Book Award 2001 para ficção. Foi publicado pela Bloomsbury EUA e é o segundo romance da autora afro-americana, que escreveu também “Where The Line Bleeds”. Esta história que mistura os dramas de uma família baptista com mitos gregos foi uma surpresa, o favorito à vitória era o romance “The Tiger’s Wife”, de Téa Obreht, livro vencedor do Orange Prize for Fiction 2011 e que foi traduzido em Portugal pela Presença, “A Mulher do Tigre”.

Outra mulher afro-americana recebeu o prémio de poesia, Nikky Finney pela antologia “Head Off & Split”, onde aborda a ligação histórica entre África e a América. Leu um poema sobre escravatura que escreveu para a ocasião.

Na não-ficção o prémio foi para Stephen Greenblatt pelo livro “The Swerve: How the World Became Modern”. O crítico literário agradeceu ao poeta Lucrécio, cujo famoso poema “De rerum natura” (Sobre a natureza das coisas) e a sua história são a base deste livro. Na literatura infantil, o prémio foi atribuído a Thanhha Lai por “Inside Out & Back Again”, uma história sobre uma família vietnamita.

O prémio carreira foi atribuído ao poeta John Ashbery e o livreiro e promotor da Feira do Livro de Miami, Mitchel Kaplan recebeu um prémio pelo seu serviço à comunidade literária norte-americana.

Fonte: Publico

DEIXE UMA RESPOSTA