Resultados negativos nas bolsas asiáticas

As bolsas de valores asiáticas fecharam em baixa ontem, enquanto o dólar dos Estados Unidos da América atingia a maior subida em três meses contra o iene, após uma intervenção do Japão. O dólar chegou a subir mais de 4 por cento, para cima de 79 ienes.
O ministro das Finanças, Jun Azumi, disse que o Japão interveio de forma unilateral nos mercados de câmbio, para conter oscilações especulativas que não reflectem a situação da economia do país. Em Tóquio, o índice Nikkei teve uma baixa de 0,69 por cento, mas ainda encerrou o mês de Outubro com um ganho de 3,3 por cento.
A força persistente da moeda gera dúvidas sobre os resultados das empresas japonesas. O índice MSCI das acções da região Ásia-Pacífico caiu 1,52 por cento, mas fechava a melhor semana em quase três anos, com o plano contra a crise da Zona Euro a gerar um amplo alívio. Apesar da queda deste pregão, o índice alcançou uma subida de 12 por cento em Outubro.
Os mercados de Hong-Kong e Xangai perderam 0,77 e 0,21 por cento, respectivamente, com realização de lucro. Mas ambos índices tiveram a maior alta em dois anos e meio, quando o governo chinês dá sinais de mudança da política monetária. O índice de Seul encerrou em baixa de 1,06 por cento.
A Bolsa de Taiwan recuou 0,37 por cento. Singapura retrocedeu 1,72 por cento.

 

Fonte: Jornal de Angola

Foto: Reuters

DEIXE UMA RESPOSTA