Premiê grego pode estar com as horas contadas

George Papandréou deve perder a maioria no parlamento grego.
George Papandréou deve perder a maioria no parlamento grego.

Nesta quinta-feira, véspera do voto da moção de confiança do parlamento grego ao governo de Georges Papandreou, dois deputados da base socialista anunciaram que vão votar contra. Dois importantes ministros também declararam ser contra o referendo proposto pelo premiê sobre o plano europeu de ajuda à crise da dívida do país. Esses posicionamentos podem levar à queda do atual primeiro-ministro.

 

O primeiro-ministro Georges Papandreou pode estar estar com as horas contadas no cargo. Ele perdeu sua pequena maioria no Parlamento, depois que dois deputados socialistas afirmaram que se posicionarão contra o governo na moção de confiança que será votada nesta sexta-feira, pelo Parlamento grego.

O cenário se anuncia sombrio para Papandreou. Cinco ministros contrários ao referendo sobre o plano europeu de ajuda à Grécia, marcado para 4 de dezembro, também retiraram seu apoio ao premiê. Entre eles, o ministro das Finanças, Evangelos Venizelos, e o do Desenvolvimento, Michalis Chryssohoidis. “O lugar do povo grego na zona do euro é uma conquista histórica que não se pode questionar. Isto não pode depender de um referendo”, disse Venizelos em um comunicado, nesta manhã.

Ultimato

Na quarta-feira, os principais dirigentes europeus deram um ultimato à Grécia para que decida se fica ou sai da zona do euro; além disso, bloquearam uma nova ajuda, vital para a sobrevivência econômica do país. Este bloqueio equivale à sexta e última parcela de 8 bilhões de euros, referente ao primeiro empréstimo de 110 bilhões de euros, concedido pela União Europeia e Fundo Monetário Internacional, em maio do ano passado.

 

Leticia Constant

Fonte: RFI

Foto: REUTERS/Yves Herman

 

DEIXE UMA RESPOSTA