Ler Agora:
Papa Bento XVI contra pesquisa
Artigo completo 2 minutos de leitura

Papa Bento XVI contra pesquisa

Papa lembra importância da vida humana

O assunto não é novidade no Vaticano, mas o Papa Bento XVI voltou a lembrar que é contra o uso de células embrionárias em quaisquer estudos. Na recepção ontem de manhã aos membros da “Conferência Internacional sobre células tronco adultas: a ciência e o futuro do homem e da cultura”, Bento XVI disse ser moralmente errado destruir um embrião, não importando o quão benéfico o tratamento resultante poderá ser.
“A destruição de uma vida humana nunca pode ser justificada em termos dos benefícios que pode ter noutra”, disse o Papa, citado pela agência Efe, lembrando que a vida humana começa no momento da concepção e que por isso o Vaticano nunca poderá apoiar a investigação que usa as células embrionárias. “Não se pode negar o direito à vida”.
Para o Sumo Pontífice, a investigação científica “é uma oportunidade única para explorar as maravilhas do universo, a complexidade da natureza e a beleza distintiva da vida, incluindo a vida humana”, mas não pode nunca pôr em risco a vida de um ser humano.
“Dado que os seres humanos estão dotados de uma alma imortal e são criados à imagem e semelhança de Deus, há dimensões da existência humana que estão mais além dos limites daquilo que as ciências naturais são competentes de determinar. Se tais limites são violados, existe um grave risco para que a dignidade única e inviolável da vida humana possa ser subordinada a considerações meramente utilitárias”, acrescentou o Papa.
No entanto, Bento XVI explicou que se estes limites forem respeitados, “a ciência pode fazer uma contribuição realmente notável e promover a dignidade do homem”, mostrando-se a favor da investigação e do estudo das células tronco adultas por não colocarem em causa a vida humana e poderem realmente ajudar no desenvolvimento da ciência. “Não existem problemas éticos quando as células tronco são extraídas dos tecidos de um organismo adulto”.

 

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: AFP

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »