Níger concede asilo a filho de Kadhafi “por razões humanitárias”

Saadi, um dos filhos de Kadhafi, é procurado na Líbia por roubo de bens públicos e violência.

Nesta sexta-feira, o Níger anunciou que acolheu Saadi Kadhafi, um dos filhos do ex-ditador líbio, Muammar Kadhafi. A informação foi dada pelo próprio presidente nigerino, Mahamadou Issoufou.Ele exclui, no momento, extraditar o foragido para a Líbia.

Em visita à África do Sul, o chefe de estado do Níger divulgou à imprensa local que seu país decidiu receber Saadi Kadhafi “por razões humanitárias”.

Saadi, de 38 anos, refugiou-se na república africana em agosto passado, quando caiu o regime do seu pai, há 42 anos no poder. Saadi é procurado pelas novas autoridades líbias, acusado de ter se apoderado de bens público, através da força e da intimidação, quando era diretor da Federação líbia de futebol.

Jogador de bola com fama de playboy, ele tentou, sem sucesso, fazer carreira profissional na Itália, antes de voltar à Líbia para dirigir uma unidade de elite.

O primeiro-ministro nigerino, Brigi Rafini, declarou que está fora de questão extraditar o foragido, a menos que tivesse certeza de que ele teria um julgamento justo na Líbia.

O premiê nigerino também negou que Saif Al-Islam, procurado pelo Tribunal Penal Internacional por crimes contra a humanidade durante a repressão à rebelião, esteja em seu país.

 

Fonte: RFI

Foto: Reuters

DEIXE UMA RESPOSTA