Japão ajuda Sudão do Sul

O país proclmou independência em Julho
O país proclmou independência em Julho

O Japão aprovou terça-feira o envio de centenas de soldados ao Sudão do Sul para participarem nas forças das Nações Unidas encarregues de ajudar na reconstrução do país após uma longa guerra civil, soube-se ontem.
A Constituição nipónica interdita a participação das suas forças nos conflitos armados no exterior, mas tem feito parte de missões de manutenção de paz da ONU, como aconteceu em Cambodja e Timor-Leste.
Um primeiro grupo de 200 homens será enviado ao Sudão do Sul no princípio de 2012, para criar as bases, indicou o porta-voz adjunto do governo japonês, Tsuyoshi Saito.
A principal unidade, que será composta por  300 homens, na sua maioria engenheiros e pessoal de apoio logístico, deverá viajar mais tarde, precisou a fonte.
Os soldados serão instalados na cidade capital, Juba, que é considerada relativamente segura, e serão autorizados a usarem as suas armas em caso de auto defesa legítima.
“Sempre pensei que a unidade de engenheiros das FAD deverá jogar um papel  importante na reconstrução do Sudão do Sul”, disse o ministro japonês da Defesa, Yasuo Ichikawa.  O governante acrescentou que é importante mostrar ao Mundo que o Japão joga um papel no seio da comunidade internacional.
Os soldados japoneses vão participar na reparação ou reconstrução de estradas, pontes e outras infra-estruturas do país, que se tornou independente em Julho passado depois de uma longa guerra civil.

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: AFP

DEIXE UMA RESPOSTA