Guilhermina Prata atenta a denúncias

A ministra da Justiça criou uma comissão de inquérito para averiguar a veracidade das reclamações de cidadãos sobre alegadas irregularidades no concurso público de admissão de pessoal referente a este ano.
Guilhermina Prata, por despacho de despacho de 8 de Novembro, sublinha que a comissão tem 30 dias para apresentar um relatório e as sugestões de medidas a tomar.
O documento refere que são várias as reclamações dos cidadãos e salienta a importância de se esclarecer o assunto o mais breve possível. A comissão é constituída pela directora adjunta do gabinete da ministra, Carla Salvador, pelo chefe de departamento provincial dos registos da delegação provincial da Justiça, David Locke, por uma técnica do gabinete de inspecção e por outro do gabinete da ministra.
O documento esclarece que a comissão de inquérito não tem direito a qualquer remuneração adicional Este ano, o Tribunal de Contas validou vários processos para admissão na função pública.

Fonte: JA
Foto: JA

DEIXE UMA RESPOSTA