Genoveva Lino está em Arusha

Ministra da Família e Promoção da Mulher
Ministra da Família e Promoção da Mulher

A titular do Ministério da Família e Promoção da Mulher participa, na sexta-feira, em Arusha, Tanzânia, na Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos, que vai tentar encontrar meios de combate à violência sexual.
Genoveva Lino, que está em Dar-es-Salam, onde participou, entre 27 e 29 de Outubro, na Mesa-Redonda sub-regional sobre o Género na Edificação da Democracia para África Oriental e Austral, chega na quinta-feira à cidade de Arusha.
Ontem, peritos dos países membros da Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos reuniram-se, em Arusha, para preparar a documentação a apresentar no encontro dos ministros. Dados da organização revelam que a violência sexual na região é praticada sob forma física, psicológica e económica. Apesar de haver políticas relevantes e legais nos Estados membros, referem peritos, as mulheres ainda são vítimas de violência sexual. Os mesmos peritos garantem que a solução passa pela aplicação prática de políticas de prevenção e de combate à impunidade e de apoio às vítimas de violência.
Os ministros de género submetem à análise e aprovação as conclusões da reunião de Arusha numa sessão especial sobre a violência sexual, que se realiza, durante a cimeira de Chefes de Estado e de Governo da Região dos Grandes Lagos, na primeira quinzena de Dezembro, em Campala.
A Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos foi criada, em 2000, pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas, na sequência de décadas de conflitos armados e de desastres naturais naquela parte do continente. Angola, Congo Brazzaville, República Democrática do Congo, Sudão, República Centro Africana, Uganda, Tanzânia, Quénia, Burundi, Ruanda e Zâmbia constituem a Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos.

 

 

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: JA

DEIXE UMA RESPOSTA