Exposição de fotojornalismo patente no Instituto Camões

As obras retratam situações dramáticas
As obras retratam situações dramáticas

Uma exposição de fotografias denominada World Press Photo 2011, composta por mais de uma centena de imagens, foi inaugurada quarta-feira, no Instituto Camões, em Luanda, numa iniciativa das embaixadas de Holanda e de Portugal.
A exposição fica patente até ao dia 29 do corrente mês e comporta fotos de repórteres de vários países, com destaque para Kemal Jufri (Indonésia), Marco Di Lauro (Itália), Lu Gung (China), Benjan (UEA), Daniel Barehulak (Austrália), Daniel Morel (Haiti), Fernando Brito (México), Altaf Qadri (Índia), Alexandra Vieira (Brasil), Uwe Weber (Alemanha), Feisal Omar (Somália), Martin Roemers (Holanda), Tomagz Gudzowaty (Polónia), Gustavo Cuevas (Espanha), Kenneth O’ Halloran (Irlanda), Vicent Yu (Hong Kong) e Jod Biebar (África do Sul).
Mais de 50 por cento das fotos expostas espelham tragédias que este ano assolaram o Mundo.
O chinês Guang Niu retrata a cremação em massa das vítimas do terramoto no topo de uma montanha em Yushu, província de Qinghai, que vitimou 2.600 pessoas e feriu 12 mil.
A exposição tem ainda patente trabalhos de Daniel Morel que mostram as consequências do terramoto que atingiu o Haiti no ano passado e que destruiu a maior parte das infra-estruturas daquele país, incluindo 105 mil edifícios.

A brasileira Alexandra Vieira tem na exposição fotos de um tiroteio numa movimentada área comercial do Rio de Janeiro, onde ocorrem com frequência confrontos entre a Polícia e narcotraficantes.
A fotógrafa norte-americana Barcy Padilca expõe imagens que retratam a vida de Julie Baird. Objectivo do seu trabalho é proporcionar um olhar profundo sobre alguns problemas sociais, concentrando-se na luta de uma mulher.
A World Press Photo é uma organização independente sem fins lucrativos, fundada na Holanda em 1995. O seu principal objectivo consiste em apoiar e promover internacionalmente o trabalho de fotojornalistas profissionais.
O formato da exposição começa com um concurso de fotografia de imprensa, realizado anualmente em Fevereiro. A mostra junta a fotografia vencedora do ano e as imagens premiadas das nove categorias do concurso.

 

Mário Cohen

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: DR

DEIXE UMA RESPOSTA