Empresa Angolana Newshold reforça posição na Cofina para 10%

Foto: Miguel Baltazar

Foto: Miguel Baltazar
A Newshold, proprietária do semanário Sol, reforçou para mais de 10% o capital no grupo que detém publicações como o Jornal de Negócios, “Correio da Manhã”, “Record” e “Sábado”. Num comunicado enviado à Comissão de Mercado de Valores Imobiliários (CMVM), a Cofina anuncia que no passado dia 9 de Novembro foram vendidas 1.300.000 acções à Newshold que passou a deter, nessa data, 10.816.378 acções, representativas de 10,545% do capital social e dos direitos de voto do grupo.

Nesse dia, os títulos da Cofina fecharam a valorizar 2,38%, tendo sido negociadas um total de 1.368.575 acções.

A empresa angolana Newshold já detinham 6,169% do grupo Cofina, liderado por Paulo Fernandes (na foto), depois de ter reforçado a sua posição em Outubro, através da compra de dois blocos de acções.

A Newshold é detida por uma sociedade com sede no Panamá, a Pineview Overseas, com capital social de dez mil dólares.

A presidente do conselho de administração, Ana Bruno, esclareceu, numa entrevista à “Meios e Publicidade” em Outubro do ano passado, que a empresa é detida por “capitais angolanos” de “um conjunto de investidores” que se juntaram para desenvolver o projecto do semanário Sol, embora não tenha referido o nome dos accionistas.

A Newshold é também dona de uma pequena posição no grupo Impresa (dona da SIC, Expresso e Visão), abaixo dos 2%.

As acções da Cofina avançam hoje 2,38% para os 43 cêntimos, depois de terem fechado a sessão de ontem a disparar 20%.

Fonte: negocios online

DEIXE UMA RESPOSTA