Direita conquista vitória histórica nas eleições legislativas da Espanha

O conservador Mariano Rajou já vinha sendo apontado como o futuro primeiro-ministro espanhol.
O conservador Mariano Rajou já vinha sendo apontado como o futuro primeiro-ministro espanhol.

O Partido Popular de Mariano Rajoy saiu vencedor das eleições legislativas realizadas neste domingo, 20 de novembro, confirmando a guinada à direita na política da Espanha. O voto mostrou o descontentamento dos espanhóis diante da crise econômica e o desemprego que tomam conta do país.

Luisa Belchior, correspondente da RFI em Madri

O Partido Popular (PP) conquistou 186 cadeiras no Congresso, contra 110 para os socialistas. Mais de 95% das urnas foram apuradas. A direita considera que esse foi seu melhor resultado desde o retorno da democracia na Espanha. Os socialistas, maioria atual no governo, reconheceram a derrota no pleito.

Apesar da vitória folgada, o desafio do novo premiê será mostrar ao mercado e à União Europeia, em questão de dias, como tirar a Espanha da crise. Isso porque o país, que enfrenta taxas de desemprego de 21,52%, corre risco de um resgate financeiro externo. Segundo o jornal espanhol El Mundo, o conservador Mariano Rajoy, chefe do PP que deve ser tornar o novo primeiro-ministro, já prepara uma lei de estabilidade orçamentária, que conta com cortes drásticos de gastos. Só as pensões devem ser poupadas.

Apesar de o voto não ser obrigatório na Espanha, mais da metade dos 35 milhões de eleitores compareceu às urnas. Foram 57,6% deles, um número considerado alto para a Europa, mas um pouco menor que os 60% registrados nas últimas eleições gerais.

Nenhum incidente grave foi registrado durante o pleito, que pela primeira vez na democracia espanhola aconteceu sem ameaça do grupo terrorista ETA. O movimento anunciou a entrega das armas no mês passado. Em Madri, a Porta do Sol, ponto de encontro dos chamados indignados, jovens que tomaram as praças do país em maio, ficou tranquila. Havia muito policiamento nas ruas, principalmente em Sol e nas zonas do Senado e do Congresso dos Deputados.

Antes mesmo dos resultados oficiais das legislativas serem divulgados, o presidente francês Nicolas Sarkozy parabenizou Mariano Rajoy por sua vitória.

 

Fonte: RFI

Foto: Reuters

DEIXE UMA RESPOSTA