Bonga divide com C4 Pedro e Big Nelo a audiência da Praça da Independência

As novas propostas musicais de Bonga, Big Nelo e C4 Pedro levaram, ontem, à Praça da Independência, em Luanda, milhares de pessoas e mostraram que a competição entre artistas nacionais tem resultados positivos.
Os admiradores dos músicos afluíram ao local poucos minutos antes das 7h00 e ficaram em filas formadas de acordo com a preferência musical e os cantores predilectos. Até cerca de uma hora depois, apenas C4 Pedro autografava o seu segundo trabalho discográfico, “Calor e Frio”.
Apesar da organização, algumas pessoas conseguiram furar a fila na tentativa de conseguir mais rápido o autógrafo.
Graciete Martins, fã do cantor, disse que gosta das suas músicas devido ao estilo peculiar de cantar de C4. Comprou seis discos. “Sei que não vou ficar decepcionada. Já ouvi um dos temas na rádio e gostei bastante”, afirmou.
“Calor e Frio”, com 11 canções, tem participações de Ary, Calado Show, Johnny Ramos e Big Nelo.
O disco, maioritariamente ritmado em world music e música urbana, foi gravado em estúdios de Angola e Portugal.
Big Nelo chegou ao local já passava das 9h00. Pediu desculpas pelo atraso e afirmou que a presença de público em grande número na Praça da Independência mostrava que os apreciadores da música angolana estão cada vez mais empenhados em adquirir discos originais. Quanto à concorrência, referiu ser salutar por obrigar “os artistas a trabalharem cada vez mais para apresentarem discos de melhor qualidade”. “A minha Maneira” é o segundo disco a solo Big Nelo. Tem 12 músicas e as participações de Berg, TC e Lynnsha.

As composições são de sua autoria e de Jeff Brown, Totó, Kool Kleva, Vui Vui, Dream Boys, Reptile, e Imor Kabir. Conta ainda com produções de Mad Contrário, Wonder Boys, do inglês Simon e de guitarristas e violinistas portugueses.
“Hora Kota”, o novo CD de Bonga foi outra das atracções discográficas das vendas de ontem na Praça da Independência.
Tem também 11 temas, que apelam à preservação dos valores essenciais na resolução dos males do mundo actual. É o 40º álbum do músico. O disco, vendido a mil kwanzas, tem as participações de Betinho Feijó (guitarras), Ciro Bertini e Janio Barbosa (acordeão), Juvenal Cabral (baixo), Malauía (congas) Vitó (Drums), e Cremilde e Estevão Djipson (coros).

Roque Silva

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: João Gomes

 

DEIXE UMA RESPOSTA